Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, leituras e imperdíveis por aí

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, leituras e imperdíveis por aí

tempos de névoa

IMG_5763 peninha.jpg

 

Há tempos que chegam a nós como nevoeiro na Serra de Sintra.

Podemos até antever o que paira entre a humidade, pensando através das memórias que guardámos dos dias limpos.

Mas a névoa, quando quer, encontra sempre uma maneira de nos dar de outra forma o que queríamos receber.

Por isso tantas vezes nos perdemos nas Serras de Sintra que encontramos. 

E a escolha entre avançar ou esperar que as nuvens se levantem é o maior dos dilemas em tardes pedrentas. 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.