Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, poesia, leituras e agenda de imperdíveis por aí | nada disto é biográfico, que não sou mais que um instante no mesmo pensamento.

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, poesia, leituras e agenda de imperdíveis por aí | nada disto é biográfico, que não sou mais que um instante no mesmo pensamento.

poetar | o tempo

08ED7831-A2EA-48A2-89A0-CA87EAE62683.jpeg

Vou enchendo as horas de detalhes importantes e imensos nadas.
 
E ao longo das horas, junto a mim a melhor das companhias no tecer do tempo.
 
Por isso, hoje deixo a poesia desse companheiro, que partilha os meus dias e as minhas paixões:
 
"saudades do tempo em que havia tempo
em que havia o lamento de não ter tempo
em que o tempo
lento
não se esvaía
ia
havia
vívido
ido
vivido"


texto: Jorge F
foto: Jorge por Concha, numa das tardes de fotografia

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Eu Sou Membro