Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, poesia, leituras e agenda de imperdíveis por aí | nada disto é biográfico, que não sou mais que um instante no mesmo pensamento.

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, poesia, leituras e agenda de imperdíveis por aí | nada disto é biográfico, que não sou mais que um instante no mesmo pensamento.

poetar | li-te

94AE0D9B-97B3-428E-A713-1842D54D49C1.jpeg


Humedeci as pontas dos dedos na língua, e passeei-as pelas páginas do livro que és tu.
Avançando e recuando, linha a linha, poro a poro.
Li-te, reli-te. Que nem uma vírgula do teu olhar ou um ponto do teu fôlego ficassem ignorados.
 

Mas como te sei melhor, é pelo abandono dos gestos.

Pela inclinação do rosto que me diz...
"O que esperas?"



Fotografia: modelo Diana Rosa no estúdio Fotomanya 

14 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Eu Sou Membro