Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, & leituras

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, & leituras

João Tordo, Águas Passadas

F1C3B656-BB69-499A-8911-0F8366F7467F

Mais um Verão em que Tordo lança um thriller. Um livro adequado à época, pela leitura fácil e agradável.
Assassinato de adolescentes, uma ligação ao passado, uma investigadora (comissária!) com problemas de adição sexual e uma posição frágil no local de trabalho.
Se o esquema não é dos mais originais num thriller, a trama é sabiamente urdida e em bom português, o que é sempre de salientar - e gostar.
 
Um livro destinado a ir aos tops mas, de forma alguma, o que Tordo tem de melhor. Este Tordo lê-se bem, é uma companhia agradável, mas para quem tem a Triologia dos Lugares Sem Nome entre os livros preferidos, esta leitura leve sabe a pouco. 
Aguardo que Tordo volte às personagens densas, ao obscuro do ser… aos livros que o tornaram um dos meus preferidos. Aguardo. 
 
 
 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.