Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, leituras e imperdíveis por aí

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, leituras e imperdíveis por aí

enfim, só...

D4E3CCAD-6623-4DB3-9C78-83532A2005FF.jpeg

A hora em que o real acalma, tudo pára e ficamos no limbo entre o que é-ou-não-é, duvidando se as horas estão mesmo a passar.
 
Um tempo que não nos exige que participemos, de que podemos ser apenas observadores...
Um tempo que é nosso, só nós estamos nele.
 
Nestes tempos, a solidão é difícil de conseguir... e a noite traz a possibilidade de a chamar.
Também é necessária, a solidão. O tempo de mergulhar dentro de nós, enfrentar demónios e o melhor dos pensamentos.
Observar a nossa humanidade. Esquecer ideais de perfeição ou a cartilha judaico-cristã da culpa. Ser.
 
 
 
 
 
 
 
 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    concha 21.02.2021

    ...ou ainda acabamos uma caricatura que não é carne, nem peixe! bom domingo
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.