Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, & leituras

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, & leituras

em tom de rentrée

5C8A20C6-AECC-4C69-9611-27073CF051E5

Chega o Sol e um desconfinamento com sabor a rentrée. A possibilidade de voltar a entrar num restaurante, num teatro, alegram-me o coração... sou agora uma adolescente  com autorização para sair à noite!

Há sempre um "mas", uma névoa. E a minha aparece quando vejo o enorme número de famílias que consideram passear à beira-rio ou beira-mar uma atividade física que tem que ser praticada sem máscara. É uma nuvenzinha no horizonte do meu otimismo... e só espero que a próxima vaga, predita há muito, não me arraste para casa a trabalhar. 

Até lá, vou gozar tudo a que tenho direito com o devido distanciamento, máscara, cuidados. Não só porque quero continuar a usufruir do mundo, mas porque quero garantir a possibilidade de trabalhar daqueles que vivem da restauração ou da cultura; porque há alunos que precisam de aulas na escola... como os que vão a exame nacional. 

E para aligeirar, aqui fica a

Lengalenga das Manhãs Iluminadas 

Queria uma casa
Com uma sacada
Onde esperar
Na madrugada
Sorrindo
Pedindo
Mais uma manhã
E só porque rima
Chá com hortelã

 

fotografia: Águeda, 2017

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.