Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, & leituras

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, & leituras

desafio cartas do correio - a ti

CFE00C3C-1F9D-4B08-B1CC-EB3C680C6FF3


Escrevo-te para um dia, quando as memórias se enevoarem, te lembres porque te amei e caminhei tão próximo de ti que o teu respirar ecoava na minha boca...
Amei-te para viver contigo a leveza da vida, acompanhar-te nos prazeres a que nenhum de nós se escusa, na alma hedonista e libertina que nos colou ao mesmo caminho.
Amei-te para caminharmos ao som de Bach, mas também para manter o passo quando a vida que nos derrama num conjunto dissonante de notas, espalhadas por uma pauta escrita na desarmonia da dor.
Te digo. Qualquer que seja a música ou o caminho, enquanto os nossos passos forem assim, sincopados, ajustados um ao outro, amorosos e salpicados de saltos de júbilo, caminharei contigo... 
 
 

Proposto pela Célia do blog Raios de Sol, uma carta para o desafio cartas do correio

 

 

 

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    concha 03.04.2021

    E foi enviada... na verdade, o meu marido está sempre a dizer que tem Alzheimer porque se esquece das coisas. Não tem, o que são cinquenta e tal anos a a correspondente memória.... Mas pronto, escrevi-lhe esta carta para o caso de se esquecer
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.