Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, leituras e imperdíveis por aí

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, leituras e imperdíveis por aí

bate forte, este março...

 

IMG_5128 - cópia.JPG

 

Alvíssaras! os voos dos pássaros não foram suspensos e as andorinhas estão de chegada!
Também as árvores em frente cá de casa sabem o que têm a fazer e as folhas nascem rapidamente, que é preciso acolher os ninhos da passarada que por aí vem.
E dou por mim assim, numa felicidade apardalada (já que a conversa vai na ornitologia) a procurar flores pelas árvores mais pequenas, se onde costumam nascer as pequenas ameixas de um vermelho escuro que, ora são doces, ora terrivelmente ácidas. E vejo abelhas, abelhões que me lembram que virão as borboletas.
Até aos carreiros que a pressa de chegar abriu nos relvados chegaram os ares da vida... e desaparecem, sob a erva que cresce onde quer, com menos passos que a sufoquem. 
 
Em breve, será tempo de acabar o dia com uma bebida ao ar fresco da tarde. Aquele ar que ainda pede o aconchego de um casaquinho mas sabe bem no rosto.
Este é o mês que começo a ir à praia nas tardes mais quentes mas parece que este ano não me deixam... antecipo uns bons banhos de sol na varanda!
 
Março tem que ser maravilhoso de qualquer forma.
Exijo que este Março seja maravilhoso!
Decidi que Março irá ser maravilhoso!
 
 

13 comentários

Comentar post