Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, leituras e imperdíveis por aí

Crónicas do Chão Salgado

resistir e criar, por mais que nos salguem o chão dos dias | crónicas, memoirs, leituras e imperdíveis por aí

Apneia | Tânia Ganho

1A0B1008-1CB9-405C-B534-1CF7B819258D.jpeg

Não sou de escrever sobre livros que já são muito falados - não tenho normalmente nada a acrescentar ao que foi já dito.
 
Mas sobre este... não podia deixar em branco. Não só pela excelência, como pelo tema.
 
 Apneia, uma escrita como uma faca, que corta a pele desenhando beleza a sangue.
Tânia Ganho, ou as palavras certas no lugar exato.
"Tantas páginas" pensei "seriam mesmo necessárias?" Sim.
Porque só neste crescendo e neste tempo se sente o que é viver, longamente, como se o ar faltasse... e é assim. Apneia.
Estes são os avanços e recuos, o ritmo dos loucos que tomam nas suas mãos as nossas vidas e nos fazem girar, como uma funda. E nos arremessam sem saber onde caímos; sem a única rede com que poderíamos contar: a justiça.  O sistema que nos abandona no torvelinho do tempo e dos recursos.
 
E não se pense "comigo não"... é com isso que eles contam.

 

8 comentários

Comentar post